quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Quem é a mulher de Deus? - Parte 2

Parabéns! Muitas acertaram!!
Mas alguém dirá: Tu tens fé, e eu tenho obras; mostra-me essa tua fé sem as obras, e eu, com as obras, te mostrarei a minha fé. Tiago 2:18
Como podemos separar a fé, das obras? E como separar as obras do seu extremo, o sacrifício? Impossível!
A fé não é algo teórico e sim prático, que se materializa nas obras, ações, sacrifício.

A mulher que quer ser verdadeiramente de Deus, tem que saber que o viver pela fé, exige prática dessa fé, sacrifício.
Se você não vive sacrificando a sua vontade, provavelmente não tem vivido pela fé. Pois a fé, é contrária a nossa vontade humana. E como ser de Deus sem sacrificar, se Ele, nosso Senhor Jesus foi a prova mais visível que essa é a maior prova de amor?

E quando digo sacrifício, é em tudo! No negar a sua vontade no seu dia-a-dia, em fazer coisas a mais em favor de sua fé, participar de campanhas que desafiam a sua fé e tudo mais - sim, mesmo se no seu caso você é uma esposa de pastor...

O segredo para qualquer mulher continuar sendo de Deus para sempre, é sacrificar. Não tem outro caminho.

Você pode fazer vigílias e mais vigílias de oração, saber toda a Bíblia, e confessá-la em alto e bom som. Se você não práticar a fé, se não sacrificar a sua vontade, JAMAIS será a mulher de Deus que deseja ser.

Sabe por que você vê diferença entre as mulheres da igreja que você conhece? Aí está a resposta, no sacrifício, no que elas oferecem no Altar diariamente, espiritualmente, fisicamente e até financeiramente.

Poucas gostam desse assunto, e pode ter certeza que essas são aquelas que não sacrificam como deveriam...

Você tem vivido uma vida de sacrifício para agradar a Deus?
Como você pode identificar que o seu sacrifício tem sido oferecido para Deus e pra mais ninguém?

Continuaremos...

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Quem é a mulher de Deus?


'Como posso ser uma mulher de Deus? O que devo fazer pra me tornar uma mulher que agrada a Deus?'

Essa é a pergunta de muitas meninas e mulheres que desejam se tornar de Deus.
Porém, muitas confundem a idéia de mulher de Deus com a idéia de uma mulher perfeita...

Pense na mulher de Provérbios 31... cá pra nós, sabemos que ela não é uma mulher perfeita, mas a impressão que dá é isso não é?

E sabe por quê? Por que ela vive pela fé! Suas atitudes são baseadas em uma crença e não no que se sente... Você acha que se ela se apoiasse em seus sentimentos seria capaz de fazer tudo o que está escrito sobre ela? Duvido!

A mulher de Deus é a mulher que vive pela fé e não movida pelos seus sentimentos... Raridade nos dias de hoje. Por isso as mulheres de Deus são tão admiráveis.

Hoje em dia, o mundo gira em torno de sentimentos... 'Siga seu coração', Vá pelo que está sentindo', 'Se entregue ao seus sentimentos' e etc...

Porém a mulher de Deus anda na contramão desse mundo e vai contra os seus sentimentos. Ela vai de acordo com o crê, com o que está escrito na Palavra de Deus. E não estou aqui falando de uma religião, mas de uma fé, fé de que tudo aquilo que está escrito na Bíblia é a verdade e o guia para a sua vida. Ela tem provado isso nas suas experiências do dia-a-dia.

E ser de Deus, não se resume em pedir a Deus que a faça assim. Ser de Deus, é usar a sua fé em todas as situações do dia-a-dia. É vigiar, constantemente para que sempre faça as escolhas baseadas pela fé e não pelo que se sente ou pelo calor do momento.

Pedir a Deus que a molde é importante mas não é tudo... Requer ação, prática e uma outra palavra bem familiar para aquelas que verdadeiramente vivem a fé... alguém sabe que palavra é essa?

Continua quarta-feira...


sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Dicas: Penteados para a formatura

Vou ser sincera, estava na dúvida se postava ou não alguma dica referente a formatura pois imaginei que já teria muito deste assunto em outros blogs, já que em dezembro teremos um dia muito especial que será a formatura do Godllywood! Porém eu estava pensando em fazer um penteado, tive que dar uma pesquisada e imaginei que o tema poderia ajudar vocês.

Então vou deixar aqui algumas idéias sobre penteados, lembrando que o grande truque da maioria deles é o spray de cabelos, grampos e em alguns casos elásticos, espero que gostem...




















Minha criatividade está borbulhando dentro de mim rsrs... Gostaram? Beijos e até a próxima!





quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Fazendo a Coisa Certa: Tomar a armadura de Deus


O dia mau vem para todo mundo. Por mais que sejamos pessoas de Deus, obedientes à Sua Palavra, há dias difíceis, em que o problema vem com tanta força que parece que não vamos suportar.
O dia mau pode durar mais do que um dia. Pode ser uma semana, um mês ou até mais. E nesse período difícil, parece que ninguém pode te ajudar e parece que não vai passar nunca.
Talvez você esteja passando por essa situação e não sabe o que fazer.
Vamos ver o que a Bíblia nos ensina:

"Tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, depois de terdes vencido tudo, permanecer inabaláveis" Efésios 6:13

"Tomai toda a armadura de Deus". Essa é a reposta sobre o que fazer.
Quando você "toma algo" quer dizer que você foi até a pessoa para tirar dela. E de quem você tem que "tirar"? De Deus. Portanto você tem que ir até Deus em clamor e tomar DEle essa armadura.

O Bispo Macedo em seu blog nos ensina o que seria essa armadura, as armas espirituais:
"É o Todo-Poderoso Nome do Senhor Jesus; jejuns; permanente estado de vigília e oração, além de pensamentos ligados aos pensamentos de Deus - a Bíblia." http://www.bispomacedo.com.br/2014/12/09/visao-da-fe-inteligente/#more-30714

Amiga, use as armas espirituais e você vai resistir toda a investida do diabo. Pode ter certeza de que você vai vencer e o dia mau vai passar.
E o melhor de tudo, é que você se tornará uma pessoa mais madura, pois aprendeu a fazer uso da armadura de Deus, e por isso permanecerá inabalável venha o que vier.


      Isabela Nascimento

terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Diário de Outra Adolescente Cristã: Cap 21- Alguém tem algo contra?




Eu amava a reunião que havia com os grupos toda as sextas a noite, sempre tinha uma palavra especifica para aqueles que faziam a obra de Deus, eu anotava tudo em um caderninho e depois relia no ônibus enquanto ia para a escola. Naquela noite eu me vesti com o agasalho do força jovem e tênis, se soubesse o que iria me acontecer vestiria saia e salto, mas como eu poderia imaginar?

O salão estava repleto de gente, deveria ter umas 800 pessoas, graças a Deus na minha igreja haviam muitos obreiros, jovens e evangelistas, e a gente sempre trabalhava para crescer mais. A reunião correu normalmente, e depois de uma busca que lavou a alma, um pouco antes do final o pastor falou:
- Eu gostaria de chamar os colaboradores aqui na frente. Aqueles que eu atendi esta semana.

Eu fiquei meio na dúvida se ia ou não, a My até tentou me segurar na cadeira, mas o pastor insistiu e eu percebi que era comigo. Eu já estava em um dos primeiros bancos, mas a caminhada até o altar me deixou um pouco tensa, haviam tantos olhos me olhando. Quando eu subi no altar pude fazer a conta de quantos colaboradores haviam sobrado, eu mais uma menina e dois meninos, havia também uma outra garota que não estava no dia. Então o pastor foi de um por um até chegar a minha vez, colocou a mão no meu ombro e falou:
- Esta é a Ariane, ela será obreira na igreja. Alguém conhece ela?
Tantas pessoas levantaram a mão, eu nem me lembrava de conhecer tanta gente.
- Alguém aqui tem algo para falar dela, algo contra a sua conduta e o seu caráter, que a impeça de ser obreira?

Eu já havia ouvido historias assim, porém jamais imaginei que aconteceria comigo. Eu passei meus olhos naquele salão, juntamente com o pastor que procurava atentamente, minha consciência estava tranquila, mas se houvesse uma única mão estendida já era estava tudo acabado! Todos quietos, houve um grande silêncio.
- Quem aqui aprova que ela seja obreira?

De repente houve um grande barulho, as pessoas gritavam, levantavam as mãos, torciam como se fosse uma festa, e eu já estava quase chorando, mas me segurei.  
- Já que ninguém tem nada contra, vamos consagrar eles agora!
“A consagração! Meu Deus que alegria!”

Eu dobrei meus joelhos naquele altar, todos estenderam as mãos em nossa direção e nos abençoavam, enquanto aquele óleo descia sobre a minha cabeça e escorria sobre o meu rosto, eu coloquei as minhas mãos no altar e jurei, minha mãe nunca havia me deixado jurar nada em toda a minha vida, mas para Deus agora eu faria um juramento que eu jamais me esqueci:
- Eu juro meu Deus, que desse altar só para o céu. Pra viver ou pra morrer, nada vai me separar do Senhor.

Eu gostaria de ter uma foto para mostrar para vocês, mas infelizmente eu não estava preparada aquele dia, as câmeras digitais não eram populares, meu celular como a maioria ainda tinha tela preta e cinza, e ninguém tinha celular com câmera rsrs… Mas espero que você possa imaginar minha grande alegria neste dia em que fui consagrada por Deus!


Gostaria de finalizar esta parte do diário hoje, mas ficaria muito grande e cansativo, então semana que vem conto mais um detalhe desta minha luta para ser obreira.

Bjs e até a próxima,


sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Fazendo a Coisa Certa: Parar de olhar para os "problemas"


Uma senhora entrou no Templo com o filho nos braços. Até aí tudo bem, não fosse o fato de que o filho dela já era grande... ele tinha alguma deficiência e ela o levava no colo, uma mulher pequena com um peso grande nos braços, mas sem demonstrar qualquer dificuldade, com um semblante firme e tranquilo.
Eu perguntei se ela não queria uma cadeira de rodas, e ela disse que não. Sentou-se e colocou o filho delicadamente assentado na poltrona ao lado dela. Deu-lhe água, passou as mãos em seus cabelos e arrumou-lhe o cabelo.
Essa cena tocou-me profundamente. Foi como um tapa na minha cara. Eu não conseguia conter a emoção. Me fez me sentir muito pequena, pois quantas não são as vezes que eu reclamo do trabalho que o meu filho me dá, faço comentários do tipo "ele já tem dois anos e ainda acorda de madrugada!", "ele não para um minuto!" etc.
A luta daquela mulher era muito maior do que a minha. E ela não demonstrava qualquer fraqueza, pelo contrário, parecia muito feliz.
Às vezes reclamamos de cada coisa pequena, como uma celulite que aparece... Você já fez uma visita a um hospital, e viu as pessoas lutando pela vida? Então para pra pensar, o que é uma celulite?
Temos muitos problemas na vida, mas tá na hora de acordarmos para agradecer por tudo que temos. Para ver que tem gente que sofre e não tem o Espírito Santo para ajudar. Gente que está perdida, que não conhece a Deus.
Vamos (e eu me incluo nisso!) parar de olhar para os nossos probleminhas e olhar para o próximo, ajudar a quem realmente está passando o inferno em sua vida?
Ao fazermos isso, vamos ver que nossos "problemas" são pequenos demais e temos muito mais para agradecer a Deus e para ajudar ao próximo.


      Isabela Nascimento

quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

A perfeitinha, a tô nem aí, e a raíz do problema...


Muito bem, algumas de vocês acertaram na mosca!

A raíz delas é o orgulho, e o pior de tudo é que para alguém admitir que é orgulhosa, é uma das coisas mais difíceis do planeta terra!!!

Ninguém gosta de se considerar orgulhoso... ainda mais quando ouvimos que foi por essa característica que Lúcifer caiu...

Mas essa é a realidade, a perfeitinha é orgulhosa, quer ser a melhor, e não quer que ninguém veja como ela realmente é.
Já a 'tô nem aí', muitas vezes é aquela que se tornou assim depois de ter tentando mudar e não conseguiu, então para que ninguém veja que ela ainda não conseguiu se tornar quem deseja ser, ela simplesmente dá uma de que não tá nem aí com nada.

O problema é que quando assumimos qualquer uma dessas posições, não temos chances nenhuma de crescer em nossas vidas. Nos tornamos pessoas inflexíveis. Pessoas que já decretaram quem querem ser e acabou. Na verdade, frustrações escondidas...

Uma mulher realizada, não é aquela que é perfeita, ou que a 'finge' que pouco se importa com a opinião dos outros. Mas é aquela que independentemente se agrada a todos ou não, se já está aonde quer estar ou não, está dia-a-dia trabalhando pra se tornar uma mulher melhor. Vivendo e aprendendo!
Essa mulher é feliz!

Que tal começar a ser essa mulher a partir de hoje?

Um beijo a todas!


terça-feira, 2 de dezembro de 2014

Diário de Outra Adolescente Cristã: Cap 20- Uma pergunta, um alerta e uma autorização.




Havia um novo pastor responsável pelos obreiros, ele disse:
- O bispo pediu para atender vocês, ainda essa semana vai ficar definido quem vai ou não ser obreiro, não haverá mais colaborador.

De fato, depois dessa turma nunca mais houve colaborador na minha igreja. No outro dia eu já estava lá para ser atendida, e o pastor me perguntou:
- Existe algo que impede você de fazer a obra de Deus?

Foram horas sentadas aguardando, durante meses, uma grande expectativa, para responder uma única pergunta. Eu olhei para o mais interior do meu ser durante alguns segundos e respondi:
- Não.

Foram tão pouco minutos e eu sai daquela sala com grande alegria, finalmente eu poderia completar meu uniforme e ser obreira, o obreiro Netinho (Desculpa eu só o conhecia por esse nome) estava no corredor que dava para a sala aonde fomos entrevistados então ele falou:
- Quanto mais você cresce na obra de Deus, também cresce os demônios que lutam contra você.- Ele gesticulava com as mãos enquanto explicava.- Se você já vigiava, precisa vigiar ainda mais. Vigiar, orar, jejuar e usar a fé ainda mais.

Eu sempre me lembro dessas palavras, infelizmente houve aqueles que não deram atenção e tropeçaram pouco tempo depois.
_

Eu estava na sala de campanha, feliz e contente quando a pastora me chamou para me dar uma noticia que eu não esperava:
- Ariane! 
- Sim senhora pastora.
- Como você é menor de idade seus pais precisam assinar este documento te autorizando a ser obreira. Leva para casa e me traz depois.
Ela me entregou aquele envelope pardo, e eu recebi como se fosse uma bomba, o papel parecia um fardo na minha mão. Eu me lembrei da pergunta do pastor, e de algo que eu não havia pensado:
“ Meu pai! Será que meu pai me impediria de fazer a obra de Deus?”

Naquele exato momento eu entrei em espirito de oração, tanta coisa me passou pela cabeça:
“Eu não entrei para sair. A obra que Deus começou Ele vai completar.”

Minha mãe assinou aquela autorização e me perguntou:
- E seu pai? Precisa assinar também?

Ela sabia que aquilo poderia ser uma tenção, ela sabia que ele não gostava da igreja e poderia dizer não, mas acatou minha resposta: 
- Pode deixar que eu vou conversar com ele.

Eu esperei um dia inteiro para aquela conversa, passei o dia orando, jejuei, me lembrei do meu sacrifício, tinha a certeza que iria dar certo, mas não pude deixar de ficar nervosa. A noite quando eu me sentei ao lado do meu pai no sofá, minhas mãos tremiam, eu falei tão rápido que eu nem sei se ele entendeu direito: 
- Pai o senhor pode assinar esse papel me autorizando a ser obreira na igreja?
Minha voz saiu até meio embargada, eu mordi os lábios para não chorar. Ele não falou nada apenas balançou a cabeça, sorriu levemente, levantou as sobrancelhas e em menos de um segundo ele pegou o papel da minha mão e assinou.  
- Obrigada.
Eu o agradeci e fui comemorar com a minha mãe silenciosamente na cozinha.

Será que agora eu finalmente era obreira? Uhmmm… Eu achava que sim, mas estava esquecendo de algo muito importante.

Continua na próxima,


quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Fazendo a Coisa Certa: Não se deixar levar pelas distrações


Meus últimos meses foram intensos, tive duas viagens a trabalho para o exterior, em que não apenas trabalhei, mas tive a oportunidade de conhecer lugares novos, pessoas novas, passear, me divertir com a minha família (que me acompanhou), ir a restaurantes, parques e muitos outros lugares legais.
Porém apesar de tantas atrações, dentro de mim havia aquela cobrança de não deixar de lado o tempo para Deus. Percebi o quanto é fácil, em meio às distrações, acabarmos nos distanciando da vida espiritual, se não estivermos atentas à voz do Espírito Santo dentro de nós.
É muito bom podermos desfrutar de uma vida regalada, é da vontade de Deus que o homem tenha o melhor em sua vida: família, prosperidade, saúde, amigos etc. Mas é importante entender que uma vida cheia de realizações vira uma vida vazia, sem paz, sem vida, se não houver a comunhão com Deus acima de tudo.
Ao mesmo tempo, se mantivermos a vida espiritual em primeiro lugar, o restante só complementa a nossa felicidade!
Não deixei de buscar a Deus enquanto estive viajando, mas ahhh...nada melhor do que voltar e ir à Igreja... Lá é um ambiente propício para renovarmos a nossa fé, recebermos alimento espiritual, convivermos com as pessoas da mesma fé, e a própria Bíblia nos ensina a importância de ir à Igreja:
"consideremo-nos uns aos outros, para nos estimularmos ao amor e às boas obras, não abandonando a nossa congregação, como é costume de alguns, antes admoestando-nos uns aos outros; e tanto mais, quanto vedes que se vai aproximando aquele dia." Hebreus 10:24-25
Amigas, vamos lutar para conquistar, e esta Fogueira Santa é a oportunidade! E vamos desfrutar sim das conquistas, mas lembrando sempre que a principal conquista é a nossa salvação, a nossa vida espiritual acima de tudo.
Um beijo com muito carinho!!!


      Isabela Nascimento



segunda-feira, 24 de novembro de 2014

A perfeitinha, a tô nem aí, e os seus problemas...


O problema maior da perfeitinha é que além de ela se ver como a tal, a santa, a que é melhor que os outros, o que é muito feio numa mulher - ela também tem grandes chances de ficar solitária.
Afinal, quem é que gosta de ficar ao lado de alguém que mesmo sem abrir a boca lhe faz sentir tão pequenininha!?
Ela pode até ser admirada, mas só de longe... Ela parece uma mulher super difícil de ser alcançada.
É como a Barbie sabe, ela é linda! Mas como sabemos que nunca seremos como ela, nem tentamos... E na verdade as que tentam ficam feias não é mesmo? Artificiais... sabemos que tem algo errado ali.
As perfeitinhas não percebem que por mais que tentam esconder todos os seus erros, acabam deixando um ponto de interrogação na cabeça das pessoas, pois já está mais do que claro, que ninguém é perfeito, então provavelmente tem algo muito errado ali.
Não é questão de julgar... é a realidade.

Já a 'tô nem aí' é outra que tem grandes chances de ficar sozinha também, afinal, ter uma pessoa ao seu lado que não faz o mínimo para mudar, ou para pelo menos ser agradável, não dá né?
Geralmente a 'tô nem aí' é admirada, pelo seu jeito 'cool' de ser... ela parece não se importar com o que os outros dizem... Parece até que ela está acima das críticas e dos problemas. Aparentemente ela é forte, mas o que muitos não sabem é que esse comportamento dela, provém de frustrações escondidas.
Sabe quando você tenta 'de tudo' pra mudar e não consegue, e chega uma hora que você fala assim: 'Ah pouco me importo agora! Vou ser assim e acabou!' Pois é... o mundo está cheio de mulheres 'tô nem aí' que na verdade são mulheres frustradas com suas próprias mudanças.
Na verdade elas cansaram de tentar mudar, e hoje tomam essa postura, pra não ficar feio pra elas, e pra que as suas frustrações não fiquem evidentes.

Realmente as duas sofrem, mas qual é a raíz dessas duas características em mulheres?

Quais as precauções que preciso tomar para não me tornar uma delas?

Continua no próximo post...